15 livros apaixonantes para advogados e amantes do Direito

Livros para advogados, segundo advogados

direito-civil1A literatura sempre soube aproveitar muito bem temas ligados a Direito, Justiça e advocacia. De clássicos a best-sellers, em prosa ou teatro, muitos livros trazem a área legal como cenário.

Recente pesquisa realizada pela Robert Half, com 350 profissionais do Direito dos Estados Unidos e Canadá, colocou o livro “O Sol é Para Todos”, da escritora Harper Lee, morta neste ano, como o mais marcante nesta área. Entre advogados brasileiros entrevistados por Exame.com, o livro também apareceu nas indicações, ao lado de obras primas como “Crime e Cartigo” e “O Processo”.

Este último, um dos mais conhecidos livros de Franz Kafka, autor de A Metamorfose, foi uma das indicações do ex-ministro da Justiça, José Carlos Dias, advogado com mais de 50 anos de experiência na área criminal. “Sou um consumidor de livros”, diz ele, que na juventude publicou poesias e tem longa lista de escritores favoritos.

Ler mais

Simples Nacional não precisa, por ora, da contabilidade digital

Receita Federal estipulou que empresas de outros sistemas de tributação adotem a Escrituração Contábil Digital para repassar situações fiscais

MEI-vs-Simples-NacionalA Receita Federal do Brasil (RFB) determinou que as empresas forneçam suas informações contábeis, referentes ao ano fiscal de 2015, por meio da Escrituração Contábil Digital (ECD), método que substitui e sepulta os antigos Livro Diário e Livrão Razão, impressos. O ECD conterá uma assinatura eletrônica, o E-CPF (certificado digital) de dois representantes da empresa: o contador e o administrador da sociedade (ou responsável administrador). O prazo para que as empresas enviem o ECD à RFB termina no próximo dia 30 de maio. Esta determinação, no entanto, exclui as empresas optantes pelo Simples Nacional.

Ler mais